quarta-feira, 8 de maio de 2013

Primeiro de Maio, segunda ensaboadela

Ena, ena, a gaja voltou!
Disse ao marido que estava cansada de tanto teclar, que a partir de agora tomava ele conta das ocorrências mas o bichinho não sossegou e tive que voltar. Desculpem lá qualquer coisinha...

Então vamos lá às novidades extra-horta. São tantas que tive que fazer uma lista e ordená-las cronologicamente para ver se não me perco. A primeira da lista é o relato do meu dia no passado Dia do Trabalhador, dia 1 de Maio. Sim, eu sei que já lá vai ao fundo mas apetece-me falar sobre isto, aguentem-se à bronca.

Portantos, estava eu na minha vidinha na terça à noite quando recebo a cusquice que era provável que o Pingo Doce fizesse qualquer coisa semelhante com os 50% de desconto em tudo do ano passado na quarta-feira. Achei estranho. Depois disseram que este ano tinha qualquer coisa a ver com o cartão Poupa Mais, que eu tenho. E pensei cá com o meu fecho éclaire. Ora bem, eu vou ter que me levantar de madrugada de qualquer maneira para alimentar o miúdo...

No ano passado soube da coisa eram seis da tarde do próprio dia. Ingénua que sou fui lá para bater com o nariz na porta e com o segurança a dizer que já não podiam deixar entrar mais ninguém que era a loucura. Este ano saí de casa toda pimpona a pensar que desta vez não me enganavam. Mas enganaram. Ou enganei-me eu porque não havia nada para ninguém. Muito reboliço à porta logo às nove da manhã mas muito carrinho de compras a sair vazio. Foi tudo ao mesmo. Pensei eu: "bem, já que aqui estou levo umas coisinhas que me fazem falta.". Pensei eu, e meio Portugal. Espertinhos, os senhores.

Levei duas ou três coisitas para a caixa e depois é que me lembrei que mais um bocadinho e fazia 40 euros para ter os dois euros no cartão (espertinhos....). Pus-me a fazer contas de cabeça. Não chegava. Eu para a senhora atrás de mim:
- Olhe, desculpe, vou só ali buscar mais uma coisinha, está bem?
- Está bem, já agora posso passar à frente que só levo este peixinho?
- Pode, pode.

Corredor 1: leite em pó. Corredor 2: azeite. Caixa, já deve chegar. Senhora da caixa:
- São 40,32€.
- Yessss! Agora queria descontar este vale de 1,50€ no leite se faz favor.
- Ah mas se fizer isso já não tem direito ao desconto no cartão Poupa Mais. E olhe que hoje 40€ dão 4€!
- E agora é que me dizem?! Então deixe lá o vale. À velocidade a que gasto leite amanhã já cá estou batida.

A isto se chama marketing de guerrilha com retroactivos. Sem mexerem um dedo este ano ainda lucraram à conta da campanha do ano passado. Só tenho a fazer-lhes muitas e muitas vénias e esperar um dia ter assim tão boas ideias que duram e duram e duram.

- Ah e tal, no dia do Trabalhador ninguém devia trabalhar.
- Ah e tal, coitadinhos dos empregados estão lá a receber o dobro ou mais.
- Ah e tal, são uns aproveitadores do Povo.
Sim, eu sei disso tudo.

Sem comentários:

Enviar um comentário